Pastoral da Criança avalia atividades do Dia Mundial de Oração pela Criança

pastoral

Após realizar, de 19 a 25 de novembro, o Dia Mundial de Oração pela Criança, a Pastoral da Criança avalia as atividades que aconteceram em Brasília (DF), e cinco capitais (Belo Horizonte, Curitiba, Florianópolis, Porto Alegre e São Paulo) e em comunidades de todos os estados do país.

Representantes das tradições religiosas, organizações sociais e órgãos públicos participaram das celebrações que, neste ano, elegeu como tema “reduzir a violência, a pobreza e construir a paz”.

De acordo informações da assessoria de imprensa da Pastoral da Criança, a avaliação das atividades deste ano é positiva, inclusive com avanços em relação ao ano passado. “Nesta terceira edição já contou com eventos inter-religiosos em Brasília (DF) e mais cinco capitais” desta a Pastoral em nota de sua assessoria de imprensa.

Em Curitiba, mais de 1500 pessoas participaram de atividades com diferentes tradições religiosas. “A mobilização em torno da proteção da criança favorece a unidade entre as religiões. Assim o movimento proposto pelo Dia de Oração tende a aumentar a cada ano, especialmente pelo compromisso que a Pastoral da Criança assume de motivar todas as suas comunidades e incentivar eventos inter-religiosos nas capitais”, destaca nota da pastoral. Em São Paulo, cerca de 200 pessoas participaram da leitura da Oração pela Criança em vários idiomas. Em Belém, 500 pessoas participaram das atividades.

“Encontramos um grande número de pessoas já falando sobre as comemorações do ano que vem o que demonstra uma ampliação da presença das pessoas no evento. A capacidade de congregar diferentes religiões foi um desafio que deu certo”, afirmou o gestor de relações institucionais da Pastoral da Criança e representante da CNBB no Conselho Nacional de Saúde”, Clóvis Boufleur.

Ainda de acordo com informações da Pastoral da Criança, o Brasil foi o país que mais realizou atividades entre os mais de 50 países que fizeram parte do Dia Mundial de Oração pela Criança.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima