Dono de empresa atacadista foi indiciado por integrar associação criminosa

A Delegacia Especializada de Defesa da Propriedade de Veículos e Cargas (Deprov) divulgou nesta terça-feira (27) os resultados de uma investigação que resultou no indiciamento de pessoas envolvidas no furto e na revenda de quatro cargas de leite integral longa vida. As investigações descobriram que as caixas de leite que foram furtadas durante o transporte e estavam sendo vendidas na empresa Atacarejo, na cidade de São Gonçalo do Amarante. A Deprov descobriu que Orlando Monteiro de Melo, dono da empresa de atacado Atacarejo, é um dos integrantes do esquema criminoso.

A Deprov indiciou três pessoas envolvidas na aquisição, repasse e legalização dos produtos furtados e quatro motoristas de cargas que simulavam roubos com boletins de ocorrência falsos. Foram indiciados o dono do Atacarejo, Orlando Monteiro de Melo; Alcivan Mendes de Moura, pessoa apontada como sendo o que repassou o leite furtado para Orlando, e Laerte Monteiro Vieira, sobrinho de Orlando, suspeito de ser o homem que emitia as notas fiscais com falsas vendas. Os três foram indiciados pela prática de quatro receptações qualificadas e por associação criminosa.

Também foram indiciados quatro motoristas. Charles Cordeiro de Lima e Francisco Canindé de Araújo pela prática de furto qualificado pelo abuso de confiança; enquanto José Cristiano Oliveira da Silva e Carlos André da Conceição Dias, pela prática de furto qualificado pelo abuso de confiança, por uso de documento público falso e por associação criminosa.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima