Equipe econômica volta a bloquear recursos do ministério da Educação

A equipe econômica do governo federal voltou a bloquear recursos do Ministério da Educação, no montante de R$ 348,5 milhões. A medida faz parte do novo contingenciamento de recursos do Orçamento de 2019, de mais de R$ 1,433 bilhão, anunciado na semana passada. Desta vez, o ministério mais afetado foi o da Cidadania, que perdeu R$ 619,2 milhões.

Em março, quando foram bloqueados R$ 34,955 bilhões – que incluíram uma reserva de R$ 5,373 bilhões para pleitos dos ministérios –, a área mais atingida foi a educação. Houve protestos nas ruas, e a equipe econômica liberou em maio recursos para cobrir as despesas do dia a dia das universidades e institutos de ensino, como contas de água e luz e serviços de limpeza.

Com esse novo bloqueio de despesas discricionárias, a equipe econômica busca os recursos necessários para cumprir a meta fiscal prevista para este ano – um déficit primário de R$ 139 bilhões. A necessidade de contingenciamento foi apontada pelo Ministério da Economia no Relatório Bimestral de Avaliação de Receitas e Despesas com dados de maio e junho.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Rolar para cima