Técnicos da Defesa Civil Nacional avaliarão riscos nas falésias da praia de Pipa

Dois técnicos da Defesa Civil nacional seguem na manhã desta quarta-feira (18) para o município de Tibau do Sul, no Rio Grande do Norte, onde um desmoronamento em uma falésia na praia de Pipa provocou a morte de um casal e uma criança nesta terça-feira (17).

O geólogo Erico de Castro Borges e a engenheira Aline Cristina Leal, do Departamento de Obras de Proteção e Defesa Civil (DOP), vão avaliar os riscos de novos incidentes e definir quais ações de prevenção devem ser realizadas no local.

Um dos principais destinos turísticos do Rio Grande do Norte, a praia de Pipa é impactada pelo avanço do mar, que, nos ciclos de maré alta, atingem as falésias e vão desgastando a base da encosta.

O ministro Rogério Marinho lamentou as mortes e colocou o Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) à disposição do município. “Determinei que a Defesa Civil desse apoio no levantamento das causas e no enfrentamento do problema. Queremos evitar que tragédias como essa voltem a se repetir. Pipa é uma das principais praias do Brasil, vamos trabalhar para garantir a segurança dos frequentadores”, afirmou.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Rolar para cima